segunda-feira, 2 de março de 2009

Diário de uma garota que não frequenta sessões de psicanálise II

02 de junho de 2004
(tanto faz ainda é quarta-feira)

É como se o mundo estivesse tomado por uma inquietude assustadora. Como se o tempo nos devorasse pelas entranhas e saísse por todos os poros.
As horas são de vida ou de morte?
O céu esta cinzento.Pássaros planam no ar parado que de tão espesso chega ser asfixiante.
Duas semanas, dois suícidios,dois nascimentos e dois novos amores.
Uma vida inteira pode ser contabilizada com o simples movimento do relógio.
As horas são de vida ou de morte?
Começa amanhecer e eu ainda acordada tentando aproximar o corpo do pensamento.Tentando encontrar no abstrato algo concreto que me faça gozar e adormecer.
Em qual tempo, espaço me encontro agora?
No som alegre da música que as crianças cantam, ou no ranger enigmático das portas ?
Talvez eu pertença ao silêncio.
Ao obscuro habitado pelas tristes almas cuja sanidade o tempo roubou.
Talvez o silêncio seja mesmo uma espécie de refúgio.
Um refugio para que espera.
Espera que se torna um fardo insuportável quando cigarros já não são suficientes para suprimir as horas, e nem há mais pensamentos para saciar nosso desejos...acalmar nossos tormentos.
Nos poupar da massante relidade.
E não há consolo no sono, tranquilidade no nascer do dia.
Insônia.
Insônia e angústia.

8 comentários:

Thiago Almeida disse...

Começando pelo título, já gostei. A forma da garota descrever suas "neuras" é bastante desesperadora e transmite esse universo particular.

Parabéns, continue!

David Funk disse...

This post says much about many people in this world. You get the sense of concern, yet almost panic, from the start of this and then transition to how many people can relate to what is said here. But maybe that's just me thinking that.

As always, nice work Greta! Best wishes from your friend in the USA!:)

Beat* disse...

Muito legal esse texto também, mas me diga uma coisa: a garota que não frequenta sessões de psicanálise tem algum parentesco com a garota que não sabia rimar?

Greta Poltronieri disse...

todas tem um parentesco com meu alterego...rsrsrsrs

[camille paixão] disse...

vc acabou de assistir ao 'Curioso Caso de Benjamin Button'?brincadeira.

seus textos estão sempre ótimos.
tem uma facilidade e beleza enorme em transmitir seus pensamentos.

=]

Bala Salgada disse...

Oi, tudo bem?
Tem um meme te esperando caso quiser participar, beijos!

coffee-break disse...

eu estou com insônia :(

mas já já passa..

:**

[camille paixão] disse...

ei, Greta.
selos ao Insensatez lah no
01brainstorm.blogspot.com
apareça...rs.

bjOoOoo=]