quarta-feira, 21 de julho de 2010

Branca de Neve e os cogumelos alucinógenos.

Um amigo meu (né, Thiago Almeida!?) disse em um do seus comentários que eu viajo, segundo ele, no bom sentido.
Tenho que discordar dele, eu admito que viajo sim, mas não só no bom sentido, eu viajo em todos os sentidos.rsrsr
E como não fazê-lo? Desde a infância fui expostas a imagens com alto teor viajandistico, como vocês mesmos podem observar.



(Assim fica mesmo difícil manter meus pés geminianos presos ao chão.)
E não precisa ser uma criatura muito delirante pra perceber o que todas estas "inocentes" cenas de conhecidas histórias infantis tem em comum:
O nosso amigo fungo está presente em várias das ilustrações, e vejam só, até mesmo em revistas pra colorir.
Provavelmente a garotinha ali esta colhendo os cogumelos para seu amigo " Chapeleiro Maluco" fazer um chá. Ou Vocês achavam que aquelas personagens alucinadas de " Alice no pais das maravilhas" tomavam erva cidreira?
O motivo, causa, razão ou circunstancia da frequente presença dos cogumelos  nas histórias infantis, eu ainda não consegui descobrir mas da pra imaginar   , e como na prática os únicos cogumelos que eu conheço são aqueles que vendem no supermercado, resolvi pesquisar.
Esse vermelhinho de pintas brancas é a Amanita, também conhecido como cogumelo do Mário. Não se engane com sua aparência dócil e inofensiva. Seu "principio ativo" é a muscarina, uma substancia química perigosa, muitas vezes, letal.
Apesar da fama do vermelhinho, o cogumelo consumido pela galera aqui do Brasil é outra.
O responsável por manter acesa a chama da psicodelia em nossos corações, faz parte da espécie dos psilocybes, que possuem uma substância química semelhantes ao LSD, que também é extraída de um fungo, o do centeio
De cor marrom, meio dourado, o cogumelo a que me refiro cresce no cocô da vaca depois que chove.
São consumidos crus ou em chás.(como o que provavelmente é servido na viagem da nossa amiguinha Alice).
E as  alucinações provocadas por eles  podem durar até 6 horas.
Mas acredito eu que isso tudo não seja novidade para muitos que  lêem este blog (eu sei o que vocês fizeram no verão passado...).
O que eu não sei é o porque de tantos cogumelos ilustrando o mundo infantil, seja nos tradicionais contos de fadas ou no moderno vídeo game.
O que importa? Mensagem subliminar ou não, surtiu efeito sobre mim.
Não por acaso eu tenho tatuada em minhas costas uma misteriosa fada, que repousa sobre o seu Amanita.
Eu fiz esta tatuagem há oito anos, e  a figura foi escolhida muito antes a partir da ilustração de  um livro que li quando eu tinha 16 anos.
E agora procuro um bom profissional para retoca-lá, já que com o tempo ela perde a intensidade das cores.
Enfim...
Eu nem sei exatamente o porquê deste post ... fui pensando numa coisa, que me fez pensar em outra... viagem minha...







4 comentários:

Marco Rodriguéz disse...

Vai saber o que se passa na cabeça desses autores que escreveram estas historietas malucas. Alice mesmo. E aquele coelho doido enigmático que não sabemos até agora seu significado? Dentretantas outras histórias clássicas que possuem um mistério, que até duvidamos que o sujeito escreveu em Sã Consciência. Bem como a leitura destas historietas apresentadas. Enfim, se foi em Sã consiciência ou não, o importante é que ficou interessante, apesar de ser um pouco viajante, rs,. Acho que são características que quem escreve. rs. Deve ser parte da educação que tivemos...enfim, vamos lendo...

Greta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Greta disse...

olha...fala sério!Sou muito centrada!

Marco Rodriguéz disse...

Temos que ser Apolo e Dionísio!