quinta-feira, 15 de julho de 2010

Nem um raiozinho de sol...

Que tempo horroroso...crepusculo durante todo o dia...por acaso estamos vivendo na Rússia?
Esse é meu final de férias, e eu nem planejei minhas aulas para próximo semestre.
Minha filha passa o dia criando familias bizarras no The Sims, e eu aqui neste PC digitando qualquer coisas com os dedos duros e roxos por causa do frio.E eu liguei o aquecedor esta manhã o que  me causou uma alergia respitarória e agora eu estou parecendo um monstro.E é claro que existe sempre um idiota mentiroso pra dizer que você esta bonita mesmo assim,que fala isso porque te acha mais monstruosa ainda quando esta de mau- humor.
Minha cabeça esta doendo e justamente hoje tenho que tomar uma decisão importante.
Eu tenho sempre que tomar as decisões...e eu sempre decido pelo errado.
E todos ficam esperando que eu decida como um bando de bonecos, e então quando eu o faço,  me fazem crer que tomei a decisão mais errada possivel.
Mas porque justamente esses bonecos não quererm assumir risco nenhum e eu tenho sempre que ser a filha da puta.
Nossa hoje eu  estou com raiva.
Cada um deveria tomar suas proprias decisões...e sair dessa inércia, gente! Mais atitude!
A resposta é não, não estou com TPM.
Porque todo mundo sempre acha que as emoções de uma mulher são regidas pelos seus hormonios.
Se é assim o boneco sou eu, e quem toma as decisões todas são os hormonios (e não eu)?
Que inferno...isso não é verdade.É tipo aquele preconceito de dizer que os homens pensam mais com o penis do que com o cerebro.
É acho que estas ferias já deu mesmo o que tinha que dar, afinal trabalhar é bom e ocupa a cabeça.
Bem eu já ocupei minhas manhãs e tardes, e dois dias da semana a noite.
Me resta parte do sábado, todo domingo e as segundas, quartas  e quintas a noite.
Poderia fazer um curso de linguas ou aprender a dançar.
Não deveria nada, deveria era começar escrever minha monografia e fazer meu planejamento, porque tem reunião pedagógica na segunda.
Talvez eu surte até lá.
Talvez eu já tenha surtado, talvez eu seja louca e nem tenha me dado conta.
Será que é por isso que meus pais me ligam todos os dias?
Para terem certeza que ainda não é o momento de me interditar.
Será que eu não posso atuar como figurante da minha vida só um pouquinho e deixar que as coisas simplismente aconteçam.
Eu não acredito que estou escrevendo tudo isso, mas enfim...que diferença faz.
A vida de todo mundo parece um aquario iluminado, cheio de bolhas de oxigenio e musgo preso nas paredes de vidro.
A noite as pessoas chegam em casa, ligam a T.V., o computador, o aquecedor.
Para se sentirem confortáveis e também não terem que pensar o quanto são patéticas e solitárias.
Escrevem um monte de imbecilidades num blog (como estas que escrevo agora), achando que existe alguém neste mundo que poderá se identificar.
Acho que tenho um curto-circuito nos neuronios e uma especie de peneumonia coronaria.
Parece que tem um grude cinza e viscoso dentro do meu peito me sufocando.
Eu sei.. eu sei...sei que devo pararar de fumar e vou...hoje não fumei nenhum.
Mas não tem nada haver. Deixa pra lá.
Vou alimentar o meu cão e brincar um pouco com a minha filha.
Também preciso oraganizar este aquario, digo casa.
E espero ansiosa pelos dias ensolarados e cheios de paixão.
Hoje me contento com o aquecedor.

2 comentários:

Marco Rodriguéz disse...

Puta que pariu! Que sinceridade!
O texto valeu pela sinceridade de se expor. Enquanto eu, tento compreender as coisas por detrás de outras coisas...

Greta disse...

Pra que analista se a gente tem blog, né? rsrsrsrs